sábado, 14 de janeiro de 2012

A nossa difícil inclusão social

As deficiências existem sim e podem ser observadas , estudadas e superadas. Mais porque julgadas como muitas vezes são? Certamente ninguém pede para ser deficiente ou pobre, branco, negro, gordo, magro, somos todos diferentes mais todos frutos da mesma natureza somos seres humanos e ninguém é diferente de ninguém para ser comparado com outro.
Com que razão isso ainda ocorre em nossa sociedade? Buscamos por uma inclusão social, um assunto muito bom que seria ótimo mais se posto 100% em prática.

Mas uma vez tive uma experiência não muito agradável,no minimo (é bondade) no máximo constrangedora.
Fui com muita vontade de assistir um filme,dessa vez fui só pois muitas das vezes saio sempre acompanhado que é sempre divertido mais dessa vez nem acompanhado tinha jeito.
Nilópolis Square estar longe de ser um local de facio acesso o único acesso para os cadeirantes é o elevador de serviço e foi exatamente ele o responsável pela minha frustante ida ao cinema de Nilópolis ele estava quebrado sem acesso pelo menos a cadeirantes,pra eles a questão era facio eu devia ter chamado um segurança e com ele subir uma escada rolante se fosse rampa rolante até poderia mas escada não rola e já tive experiência subindo e não é nada interessante.
enfim fui embora frustado e vim pra casa refletindo de como é facio colocar acesso aos deficiente,só falta boa vontade politica em todos os sentidos.

"A inclusão não é uma questão de solidariedade, mas um direito. Aprender é uma ação humana que pode ser realizada por todos."